Desvios/Detours II – Fluidez e sentido do lugar… Fluidity and sense of place…

capa_desvios2.jpg
Título: ArtinSite – Desvios/Detours – Fluidez e sentido do lugar no pensamento e na arte contemporâneos Title: Artinsite – Desvios/Detours – Fluidity and sense of place in contemporary art and thought
Editor: Gabriela Vaz-Pinheiro (PT)
Contribuições Contributors: Diogo Seixas Lopes (PT), Gabriela Vaz-Pinheiro (PT), José António B. Fernandes Dias (PT), Luís Firmo (PT), Michael DaCosta Babb (UK), Michael Pinsky (UK), Miguel von Hafe Pérez (PT), Pedro Gadanho (PT), Scott Burnham (US), Teresa Fradique (PT).
Design Gráfico
Graphic Design
: Sónia Ribeiro @ www.whoinventedfootnotes.com
Palavras Chave: Arquitectura. Arte pública. Espaço público. Lugar-especificidade. Sítio-especificidade. Keywords: Architecture. Public art. Public space. Place-specificity. Site-specificity.
Línguas: Português-Inglês Languages: Portuguese-English
Número de Páginas Number of Pages: 128
Data de Publicação: Novembro de 2007
Publication Date: November 2007
ISBN: 978-989-95397-2-3
Dimensão: altura 21cm x largura 14.7cm x espessura 1cm
Size: 21cm (H) x  14.7cm (W) x 1cm (D)
Peso Weight: 295g
Preço
Price
: 15€
«Os textos que aqui se publicam são assim a expressão de momentos de interacção entre oradores e audiências, mas também de momentos de resposta mais ou menos impromptu a casos específicos apresentados pelos oradores nas suas intervenções. (…)
Dessas discussões resultaram várias constatações: em primeiro lugar, de que não será possível pensar os lugares sem o entendimento do seu próprio carácter evolutivo; em segundo lugar, de novo se confirmou que o essencialismo das abordagens culturais é perigoso e colonizante; e, por último, que aquilo que somos ho­je e, por isso, o lugar que habitamos, é algo que fazemos a cada momento, embora imbuído de tudo quanto ocupa o espaço do corpo e da memória, mas ciente de que a própria consciência da história existe sempre sob a marca do presente.
Destas constatações nasceram as ideias de fluidez e de sentido, as quais estão associadas à reformulação de muitas das estruturas que organizam a nossa percepção e vivência do espaço (social) e dos mecanismos que caracterizam as relações que nele se ope­ram.»
Gabriela Vaz-Pinheiro & Luís Firmo
«The texts published here are, therefore, the expression of moments of interaction between speakers and audiences, as well as moments of response, more or less spontaneous, to specific cases presented by the speakers in their interventions. (…)
From those discussions we were left with a number of recognitions: first, that it will not be possible to think about places without the understanding of their own evolving cha-racter. Secondly, we confirmed once again that the essentialism of cultural approaches is dangerous and colonising. And finally, that what we are today, the place we inhabit, we make at each and every moment; embedded however of all that occupies the space of body and memory, but conscious nevertheless that the very awareness of history always exists under the imprint of the present.
From these recognitions the ideas of fluidity and sense were born. They are associated with the reshaping of many organising structures of our perception and lived experience of (social) space and the mechanisms that characterise the relations that take place in that space.»
Gabriela Vaz-Pinheiro & Luís Firmo

Anúncios
%d bloggers like this: